Roberto Silva deixa saudades


Por Bruno Villas Bôas //

O cantor e compositor carioca Roberto Silva, o “Príncipe do Samba”, morreu na madrugada deste domingo (9 de setembro), às 3h30m. Um dos nossos cantores preferidos aqui no blog estava com 92 anos, quase 75 de carreia. Ele teve um AVC na quarta-feira e tinha sido diagnosticado há seis meses de câncer na próstata. Em um papo com a equipe do blog, uns anos atrás, Paulinho da Viola disse Roberto Silva era um dos maiores sambista em atividade.

Em 2008, o blog entrevistou o Príncipe do Samba. Silva lembrou naquela época, por exemplo,que uma vez João Gilberto disse que ele não era o Príncipe do Samba, mas sim o Rei do Samba. “O João Gilberto disse que sou o Rei do Samba, mas não vou aceitar isso. Ser rei dá muito trabalho (risos)”.

Veja aqui: Entrevista com Roberto Silva, em 2008

Roberto Silva nasceu no Morro do Cantagalo, em Copacabana, filho do chapeleiro italiano Gilisberto Napoleão com a carioca Belarmina Adolfo. Ele começou a cantar no rádio  na década de 30. Na década seguinte, começou a fazer suas primeiras gravações. Entre seus sucessos  estavam “Mandei fazer um patuá”, “Descendo o morro”, “Maria Teresa”, “O baile começa às nove”.

O sambista deixou 7 filhos e 30 netos, bisnetos e tataranetos. Morreu em casa, para onde foi levado porque não queria morrer num quarto de hospital.

Uma resposta para “Roberto Silva deixa saudades

  1. Que notícia triste que você vem me trazer. Só desejo que ele fique em paz. Dos maiores intérpretes da nossa música. Estamos ficando solitários demais, demais…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s